É normal uma mulher não ter orgasmos?


Sim, é normal uma mulher não chegar ao orgasmo, numa relação sexual que não foi boa para ela.  Assim como também é normal uma mulher ter um orgasmo, quando o sexo for bom para ela.  Isto é, o orgasmo deve ser visto como uma medida da qualidade da relação sexual, na opinião da mulher, e não um sinal de doença feminina.
Deixando de lado o palavreado científico, lhes digo que um orgasmo é algo muito singular, intimo e pessoal e que deve ser entendido como a forma de prazer sexual, feminina, só alcançada durante uma relação sexual. Portanto, se uma mulher quer saber o que, ou como, é um orgasmo deve procurar conhecer seu próprio corpo e quais são suas partes mais propensas a sentir prazer sexual.  Isto nos leva a dizer que a procura e desenvolvimento das suas zonas erógenas pode incluir o auto sexo, ou seja, o sexo individual, na intimidade da sua privacidade e que isso contribui decisivamente para a facilitação do orgasmo.
Oura coisa que não podemos esquecer é que por mais bem preparada e evoluída que seja uma mulher sexualmente, ela ainda terá de contar com um parceiro que tenha a sensibilidade e a experiência sexual necessária para que, ambos, obtenham prazer na relação sexual.
Uma coisa que não podemos esquecer é que o orgasmo não pode ser um objetivo a ser alcançado, a qualquer custo, mas que ele é a consequência desejada numa relação sexual saudável e bem desenvolvida. 
O segredo do orgasmo é, portanto, conhecer a si mesma e ao seu companheiro, ajudá-lo a conhecê-la melhor e negociar na cama as melhores posições e fantasias. A vergonha e a falta de iniciativa feminina são as principais causas a dificultar um orgasmo.
Mas se você não consegue ter um orgasmo ou se demora muito tempo entre um e outro, antes de desistir de fazer sexo ou trocar de parceiro, aconselho a procurar um psicólogo para algumas sessões de psicoterapia. A falta de orgasmo, em linhas gerais, costuma ser tratado rapidamente e com bons resultados.